top of page
  • Foto do escritorBart Digital

Agfintech Bart Digital levanta R$ 5 milhões em rodada ‘bridge’

Atualizado: 10 de fev. de 2023

E3 Negócios e Bossanova estão entre os investidores; captação foi a segunda desde a criação da empresa em 2016


Agfintech Bart Digital levanta R$ 5 milhões em rodada ‘bridge’


São Paulo, 14 de setembro de 2022 – A agtech Bart Digital, que é especializada em criar soluções digitais para o financiamento agrícola, fechou uma captação de R$ 5 milhões numa rodada ‘bridge’ junto ao E3 Negócios e à Bossanova Investimentos. Os recursos ajudarão a empresa a desenvolver novos produtos dentro da sua plataforma e a impulsionar seu crescimento na região Norte. A rodada também coloca a Bart em contato com a expertise dos investidores.

A Bart, fundada em 2016 em Londrina, no Paraná, nasceu focada na digitalização de operações de Barter, que é o pagamento de insumos, como fertilizantes ou sementes, com a produção rural. Aos poucos, a empresa expandiu para uma plataforma de serviços múltiplos, sendo a primeira empresa a viabilizar uma Cédula de Produto Rural (CPR) eletrônica. Agora, está desenvolvendo uma nova solução, a Synergy, que permite que seus cerca de 50 clientes se conectem entre si. Com isso, é possível criar o ‘match’ de serviços entre uma cooperativa com uma trading, uma revenda com um fundo de investimento ou esse fundo com um assessor jurídico, por exemplo.

Mariana Bonora, fundadora e CEO da Bart Digital.

A fundadora e CEO da Bart, Mariana Bonora, explica que a empresa rodou um piloto no ano passado do sistema, o que gerou uma demanda de serviços de cerca de R$ 150 milhões. O ‘match’ ficou em R$ 40 milhões. “O dinheiro que levantamos na rodada vai nos ajudar a expandir a plataforma com a criação de novos produtos para esses clientes. Nosso foco foi sempre oferecer o escopo de serviços mais completo possível.’’


A executiva lembra ainda que a rodada abriu um canal de acesso com investidores que têm uma grande expertise no desenvolvimento de negócios. “Os novos sócios serão fundamentais para o nosso plano de expansão na região Norte. É uma área com forte atividade agrícola e com muitas oportunidades para serem exploradas via a expertise dos novos investidores”, conta Mariana. Em maio, a Bart deu o pontapé inicial a esse plano de expansão abrindo uma filial em Manaus.


A rodada ‘bridge’ costuma anteceder uma captação Series A. A CEO da Bart avalia que a nova rodada pode acontecer no início do ano que vem, mas que ainda é cedo para falar em valores. No seu primeiro ano de vida, a Bart captou R$ 2,2 milhões com o fundo de venture capital SP Ventures, o que a ajudou a desenvolver a ferramenta que é hoje o seu principal produto, o Ativus.


Sobre a Bart Digital: Pioneira na emissão de e-CPR (Cédula de Produto Rural eletrônica), a Bart Digital é uma agtech fundada em 2016 que visa oferecer soluções digitais voltadas ao financiamento agrícola. A empresa é dirigida por sua fundadora, a advogada Mariana Bonora, que também é membro da Diretoria da ABFintechs (Associação Brasileira de Fintechs).

361 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page